Stivale Brasil, empresa de Importação e Exportação de produtos que oferece produtos de qualidade diferenciada, a preços competitivos, com garantia na utilidade, rapidez na entrega e excelência no atendimento.


2011-06-10


Artigo de Ilézio Inácio Ferreira publicado no Diário da Manhã.

A administração, de um modo geral, seja ela pública ou privada, requer audácia dos gestores. À frente dessa audácia deve estar, portanto, o bom senso na condução das atividades direcionadas à materialização do objetivo traçado. E ao se falar em objetivo traçado, estamos falando de uma palavra valiosíssima, que é planejamento. Não há como se alcançar grandes ações sem que estas passem pelo processo primário do planejamento.
Vejamos um bom exemplo de planejamento, que é o lançamento dos programas Rodovida e Reconstruir, ocorrido dia 27 do mês passado no Palácio da Música do Centro Cultural Oscar Niemeyer, o qual contou com a presença de representantes do setor público e privado, tendo o governador Marconi Perillo como o principal personagem.
Os respectivos programas, cuja viabilização só se tornará possível graças à inteligente criação do Fundo de Transporte, promete dar um fim ao caos que toma conta de nossas rodovias e assim melhorar nossa logística de transporte, algo essencial tanto econômica como socialmente. O governador Marconi, em seu discurso no evento, destacou o nome de Jayme Rincon (Agetop) e Wilder Morais (Seinfra) como idealizadores do Fundo de Transporte. Acreditamos serem as pessoas certas para conduzirem as soluções necessárias para nossa malha viária.
No início do governo Marconi, foi apresentado um levantamento detalhado de toda malha viária estadual, mostrando a situação precária de 10 mil quilômetros pavimentados e 10 mil não-pavimentados, bastante detalhado, como disse, inclusive com muitas ilustrações fotográficas dos trechos danificados.
Transcorridos cinco meses de governo, com enorme dificuldade financeira, destacada nos meios de comunicação, vemos com muita esperança e expectativa os programas anunciados pelo governador Marconi, com início previsto para julho próximo. Há pouco mais de dois meses, na festa de comemoração do aniversario do jornalista Arthur Rezende, o governador disse-me que iria dar uma boa resposta à nossa luta pela mobilidade urbana. Disse que iria recuperar todas as nossas rodovias.
As rodovias, da forma em que estão, geram encarecimento dos produtos, demora na entrega, gerando com isso perda de competitividade. Socialmente, há que se registrar os problemas de locomoção das pessoas: estradas esburacadas, gerando muitos acidentes automobilísticos (alguns, infelizmente, até com vítimas fatais), e junto a isso o prejuízo material dos veículos.
Fato louvável anunciado pelo governador foi o rigor da fiscalização que haverá nas obras construídas nas rodovias goianas ao longo dos próximos 4 anos. Obras estas que terão um custo de R$ 1,5 bilhão.
Outra notícia alvissareira é que o Estado já está em fase de realização de algumas parcerias público-privadas com algumas empresas. E elas devem chegar também às rodovias. As PPPs, que são realidade em vários Estados, farão Goiás dar um salto de qualidade em gestão pública e com isso não perder o bonde da história.
Temos motivos de sobra para estarmos otimistas, pois Goiás está no caminho certo. Parabéns ao governador Marconi Perillo, parabéns ao secretário Wilder Morais e ao presidente Jayme Rincon. (Ilézio Inácio Ferreira, presidente da Ademi-GO e do Instituto Cidade)
 




Veja mais...