Stivale Brasil, empresa de Importação e Exportação de produtos que oferece produtos de qualidade diferenciada, a preços competitivos, com garantia na utilidade, rapidez na entrega e excelência no atendimento.


2012-09-17


Construção e Cidadania

 A Ademi, entidade que congrega construtoras e incorporadoras, constituiu, há dois anos, o Instituto Cidade, que nasceu com o propósito de subsidiar o poder público, com sugestões e projetos, para que se possa construir uma cidade melhor para todos. O primeiro braço do Instituto Cidade é o Fórum de Mobilidade Urbana da Região Metropolitana de Goiânia. Integrado por representantes de 36 entidades, públicas e privadas, o Fórum vem debatendo, com insistência, a questão da mobilidade urbana. Fruto desse trabalho, definiram-se sete parâmetros para a melhoria da mobilidade na Região Metropolitana, tema de recente debate com os candidatos à Prefeitura de Goiânia, dos quais o Fórum colheu um compromisso formal, com direito a registro em cartório, com essa causa maior. Enfim, um compromisso com Goiânia e com sua população.
Não sendo uma entidade partidária, e nem política, a Ademi se sente no dever de intervir para que tenhamos todos uma cidade melhor. Representa as empresas da construção civil, mas nem por isso abdica dessa tarefa essencial que é propugnar por uma cidade em escala constante e crescente no aspecto da qualidade de vida. Esta tem sido a luta da Ademi. E é esta luta que sustenta o projeto do Instituto Cidade e do Fórum de Mobilidade Urbana da RMG.
A concepção que preside essas ações é a de que o mundo mudou e que as cidades precisam mudar. Nesse sentido, bom exemplo nos dá o urbanista dinamarquês Jan Gehl, que contesta o deslumbramento das cidades com torres imensas, para propor, objetivamente, a evolução das cidades no sentido da melhoria de vida da população. Autor de um livro celebrado no meio urbanístico mundial, Cidades para Pessoas, Gehl se conduz pela concepção de que o fascínio pelos prédios deixou as pessoas em segundo plano. É por aí mesmo que devemos andar. Quando propôs aquele debate com os candidatos a prefeito de Goiânia, o Fórum de Mobilidade Urbana da RMG buscou sobretudo um compromisso com a cidade, com seu futuro, com sua população. Nada teve de político, porque não é a política que está em jogo. O que está em jogo é o nosso destino de cidadãos. Uma cidade com o crescimento acelerado que tem Goiânia requer intervenções permanentes para que não deixe de ser uma cidade boa de se viver. O Fórum tenta cumprir seu papel intervindo, com sugestões, ideias e propostas, para que os rumos da melhoria sejam preservados. E está consciente de que segue com firmeza no sentido da obtenção do resultado pretendido.
A melhoria da mobilidade na Região Metropolitana de Goiânia não morreu no debate, realizado na Ademi, com os candidatos a prefeito da Capital. Com o Fórum de Mobilidade Urbana à frente, vamos cumprir uma semana inteira de debates, ações e manifestações em favor dessa cidade ideal. Na ocasião comemorativa dos dois anos de avanços e de conquistas do Fórum de Mobilidade, vamos receber em Goiânia, para uma palestra aos interessados, aquela que é hoje uma das principais intérpretes, no Brasil, da tese da cidade para as pessoas. É jornalista Natália Garcia. Trazê-la até nós, para uma exposição dos seus articulados conceitos, é mais uma contribuição em favor dessa causa maior.
Num ano de eleições municipais como este, o debate em torno de ideias e projetos para uma cidade melhor é o que mais se impõe. No conceito da Ademi, do Instituto Cidade e do Fórum de Mobilidade Urbana da Região Metropolitana de Goiânia, o que mais importa, antes de se saber quem deve ser o novo prefeito da cidade, é o que ele tem de compromisso com os princípios de uma cidade para a população.
Cumprimos, na indústria da construção, a magna tarefa da construção de habitações para o atendimento dessa demanda tão natural na vida das pessoas. Mas não apenas o negócio e/ou o lucro é o que move a atividade. O fazer prédios é também um compromisso com a cidade, esta entendida como o espaço destinado a todos, e para o melhor uso de todos. Em nome de uma cidade melhor para todos, estamos fazendo a nossa parte. E esperando que os poderes constituídos também o façam.

Ilézio Inácio Ferreira é presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-GO)

Fonte: O Popular - Opinião




Veja mais...