Stivale Brasil, empresa de Importação e Exportação de produtos que oferece produtos de qualidade diferenciada, a preços competitivos, com garantia na utilidade, rapidez na entrega e excelência no atendimento.


2014-08-27


160 veículos começam a rodar hoje com quatro câmeras que serão ligadas ao Copom da PM

 A partir de hoje, 160 ônibus coletivos da Região Metropolitana de Goiânia circularão com câmeras de monitoramento. Ontem, o Fórum de Mobilidade Urbana, juntamente com o Fórum Empresarial e a Secretaria de Segurança Pública (SSP), apresentou o sistema chamado “Olho no Ônibus”, que prevê a instalação de quatro equipamentos nos veículos que serão monitorados por uma Central de Operação da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC), que fica dentro do Comando de Operações da Polícia Militar (Copom). Três câmeras terão monitoramento em tempo real. O projeto, que faz parte do Pacto Metropolitano pela Qualidade do Transporte contemplado com o repasse de R$ 4,5 milhões do governo federal, pretende instalar até o final de dezembro o mesmo sistema em todos os ônibus que circulam na Região Metropolitana, o que irá totalizar seis mil câmeras de vigilância. “Por enquanto, apenas a Viação Reunidas contará com as câmeras, mas até o final do ano todas as empresas terão o sistema implantado”, afirma a presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), Patrícia Veras.
As imagens geradas a priori pelos 640 equipamentos, sendo que três filmam o interior do veículo e um o trecho frontal que ele está fazendo, poderão ser enviadas via telefonia 3G para o Centro de Monitoramento da SSP. Para que isso aconteça, os usuários ao perceberem atitudes suspeitas deverão entrar em contato com a Central por meio uma mensagem SMS ou pelo aplicativo WhatsApp através do número (62) 8591-8952. A denúncia deverá conter o nome do terminal ou o número do ônibus, pois com esses dados a polícia conseguirá localizar o ônibus com auxílio de um GPS e interceptá-lo. “É uma ação importantíssima que garantirá mais segurança ao cidadão que utiliza o transporte coletivo. Certamente a colocação das câmeras inibe a ocorrência de delitos e, quando não inibir, ajudará nas investigações da polícia”, declarou o secretário de segurança pública, Joaquim Mesquita.
A presidente da Associação Industrial, Comercial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), Helenir Queiroz, reforça a opinião do secretário. “Vai aumentar a segurança no transporte coletivo. O fato de saber que as imagens estão sendo gravadas já inibe a ação de criminosos”, afirmou a presidente da Acieg.

Melhorias

Depois do reajuste da tarifa de ônibus, que passou de R$ 2,70 para R$ 2,80, no último mês de junho, o Pacto Pelo Transporte Coletivo divulgou um cronograma de melhorias previstas até janeiro de 2015. Entre elas está a instalação de monitoramento de câmeras em todos os ônibus; incremento de mais 91 veículos totalizando 1.221 ônibus circulando em horários de pico; aumento de mil viagens diárias; retorno da organização de filas em horários de picos; implantação do Eixo-Anhanguera até Trindade, Goianira e Senador Canedo; retorno do “Ganha Tempo”, que permite ao usuário utilizar três ônibus em período de 2h30; investimento de R$ 75 milhões para aquisição de novos ônibus, entre outras melhorias previstas.




Veja mais...